23.11.2011

corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, informou ontem, em Belém, que investiga a evolução patrimonial de 62 magistrados que não apresentaram declaração de renda nos últimos anos ou foram denunciados. Nesse trabalho, conta com o apoio da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Embora tenha ressaltado seu "dever constitucional" de investigar magistrados suspeitos, a ministra Eliana Calmon explicou que isso não quer dizer que os 62 investigados sejam culpados. Ela lembrou que muitas vezes os magistrados são acusados pela parte que perde a ação como forma de vingança. "Estou me aprofundando no exame dos processos", disse a corregedora, que participou da solenidade de entrega de cartas de liberação de hipoteca para mutuários do Sistema Financeiro de Habitação.

Fonte: Valor Econômico

Link: http://direito-publico.jusbrasil.com.br/noticias/2935241/cnj-investiga-juizes